Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

Tamanho das letras aumentar tamanho das letras diminuir tamanho das letras
Manhuaçu elabora diagnóstico técnico contra enchentes

Temas como Urbanicidade, Meio Ambiente, Rodovias Mineiras e Alimentos também foram discutidos e serão levados a evento regional em Ipatinga no mês de agosto

MANHUAÇU – Com o apoio do Ministério Público, Crea-MG e da ONG Pró-Rio Manhuaçu, foi realizada, nos dias 16 e 17 de julho, a Reunião Preparatória que antecede o Encontro Regional: Políticas Públicas e Corresponsabilidade Social, promovido pelo Crea-Minas e a Ouvidoria Geral do Estado (OGE).  Dentro da reunião, profissionais da área tecnológica discutiram e elaboraram um diagnóstico local com soluções para as questões como urbanicidade, impacto das chuvas, meio ambiente, alimentos e rodovias mineiras.
Para a inspetora-chefe da Inspetoria do Crea-Minas em Manhuaçu, engenheira civil Alessandra Horsth, o evento foi considerado um sucesso. “Contamos com a presença de diversas entidades representadas, o que nos agregou muito conhecimento. Fomos informados pelo inspetor regional que este encontro foi o mais produtivo. Ficamos muito satisfeitos com o resultado.  
As demandas e as propostas elaboradas pelos profissionais durante a reunião preparatória serão encaminhadas para o Encontro Regional Vale do Aço, que será realizado de 6 a 10 de agosto, em Ipatinga.

ENCONTROS
Os Encontros Regionais – Políticas Públicas e Corresponsabilidade foram promovidos pelo Crea-Minas e pela Ouvidoria Geral do Estado de Minas Gerais nas 12 regionais do Conselho.
Cada um dos Encontros será uma oportunidade para discutir questões como alimentos, meio ambiente, impacto das chuvas, rodovias mineiras e urbanicidade com o objeto de valorizar e aperfeiçoar os profissionais ligados às áreas específicas, além do desenvolvimento de um diagnóstico técnico regional e propostas de soluções das demandas identificadas.
A parceria entre Crea-Minas e OGE busca, além da contribuição técnica e efetiva na formulação das políticas públicas, o incremento da gestão para a cidadania. O resultado é a edificação de uma parceria que vai desenvolver e fortalecer o Estado de Minas Gerais. 
Os Encontros Regionais têm como parceiros Cemig, Funasa, Caixa Econômica Federal, Ministério Público do Estado, Faea-MG, Semad, DER-MG e Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Minas Gerais. Além de palestras e debates, o Crea-Minas, a OGE e seus parceiros vão ofertar serviços para a população e promover cursos de capacitação profissional, confirmando assim seu compromisso com a valorização dos profissionais da área tecnológica.

EIXOS TEMÁTICOS
A partir dos cinco eixos temáticos, os profissionais traçarão um diagnóstico técnico de cada região, com propostas de soluções para as demandas identificadas. Com o propósito de orientar as discussões, o Crea-Minas e a OGE estabeleceram alguns vetores que consideram essenciais.
Meio Ambiente - tem como principais vetores as questões pertinentes à legislação, ao licenciamento, ao ambiente do trabalho e aos recursos naturais, tanto no que diz respeito à preservação quanto à recuperação, extração e impactos. 
Rodovias Mineiras - A integração da malha rodoviária estadual, integração multimodal, estadualização das estradas federais, duplicação de corredores, privatização da malha viária e manutenção das vias são algumas questões a serem abordadas pelos profissionais da área tecnológica.
Urbanicidade - Tem como principais vetores as discussões sobre Estatuto da Cidade, plano diretor, legislação urbana, parcerias da prefeitura na gestão municipal, mobilidade urbana, saneamento, ambiente urbano e redução da violência no trânsito.
Alimentos – Discutir questões que impactam a produção e comercialização de Alimentos dentro e fora da porteira é o propósito deste eixo temático, enfocando a assistência ao pequeno produtor, produção, preservação do meio ambiente e comercialização.
Impactos das Chuvas - Os efeitos, como cada um dos municípios pode contribuir e quais os projetos para mitigação dos impactos das chuvas são os vetores que orientarão os profissionais das áreas tecnológicas na elaboração do diagnóstico local.

Fonte diário-http://www.diariodemanhuacu.com.br/index.php?categoria=noticias&id_noticia=192 

 



  • Ver Comentários
  • Comentar Artigo
  • Imprimir Artigo
Desenvolvimento e Tecnologia Midia Prata Desing e Internet